Sobre o dia 1 – Minas Trend 21

O Minas Trend é um dos eventos de moda mais importante do país a FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) aposta e investe nos melhores designers e marcas do estado. O primeiro dia sempre é uma correria, filas para credenciamento e entre um passo e outro, pessoas vestidas de uma forma única, expressando a sua identidade e a caminho da sala de desfile acompanhado do fotógrafo André Solano nós encontramos, blogueiros, amigos, estilistas enfim pessoas que respiram moda, já dentro da sala de desfiles, clicks e selfies antes do primeiro desfile, às luzes se apagam lentamente e ao fundo se ouve um coral com vozes angelicais, celulares e câmeras a postos e aos poucos modelos ocupam a passarela, peças do SINDIJOIAS vestindo Madreperola e Jailson Marcos dão início a maratona de desfiles, as marcas Caleidoscópio, Carlos Penna, Claudia Arbex, Hector Albertazzi, Lázara e Marieta Rigoni apresentaram uma coleção incrível de máxi acessários que celebra a identidade de cada um e promove a união dos associados.

Logo em seguida Lucas Magalhães apresenta a coleção inverno ‘18 definida por ele um emaranhado de texturas, técnicas e cores. Lucas usou da tecnologia para desenvolver estampa digital e bordado computadorizado em tecidos como o tafetá e pêlo sintético, um desfile fantástico. No intervalo entre um desfile e outro um pulo no backstage onde a mágica acontece, modelos correndo de um lado para o outro, quando possível um abraço ou um beijo para cumprimentar amigos fotógrafos e maquiadores.

No caminho de volta para a sala de desfile uma pausa para cumprimentar Lilian Pacce e em seguida assistir o desfile da Molett a marca que ganhou meu coração, pra quem não sabe sou apaixonado por moletom, a nova coleção 404, aposta em shapes oversized, novas texturas e reflexos e o mais incrível é que segundo a estilista Barbara Monteiro como é o cliente que define o como ele está se vestindo não é uma coleção sem gênero, é uma coleção para pessoas, resultando em uma pós discussão de gênero, deixa ela bem claro, pois o cliente se veste da maneira como quiser. Natalia Pessoa apresentou uma coleção que realça a feminilidade da mulher moderna com peças metalizadas e estampas de cair o queixo.

E finalizando o dia duas marcas que eu amo, a Plural que apostou no preto e o no cinza metalizado, estampas e nas aplicações de franjas, a marca sempre realça o poder e a classe da mulher.

Finalizando a maratona de desfiles do primeiro dia Unity Seven que a cada modelo que entrava arrancava um suspiro ou um comentário na plateia, um desfile memorável, a marca apostou em estampas floridas, cortes futurísticos e cores cintilantes que resultou em uma coleção majestosa.

Hoje vamos acompanhar o segundo dia, estamos ansiosos para ver as apostas das marcas que se apresentam hoje, continuem seguindo a gente no Instagram e também no Facebook.

P.h André Solano

 

 

Raul Nunes

Apaixonado por fotografia e cultura – irmão mais novo da Kim Kardashian – leonino, curioso, louco por moda e apaixonado por café, amante da boa culinária e da música.

Deixe uma resposta