Dia 2 – SPFW – N45

INVERNO 18 l JOÃO PIMENTA MASCULINO l FOTO: SERGIO CADDAH / FOTOSITE

O SPFW não é somente um evento de grande porte para expor peças de moda. Encaro o evento como um encontro de diversidades. Do blogueiro que está ali para cobrir o evento e ter mais visibilidade na sua página, do fotógrafo que quer construir um bom portfolio, do estudante de moda que brilha os olhos em um encontro de novos conhecimentos na área e até das próprias marcas que expõem o resultado de meses de trabalho e querem ter suas identidades bem interpretadas. O segundo dia da edição 45 teve desfile do João Pimenta. Sou suspeito pra falar da marca, pois acompanho o seu trabalho há um bom tempo.

J o ã o . P i m e n t a . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Com Direção Criativa de João Pimenta e Styling de Thiago Ferraz, a marca apresentou sua nova coleção de Inverno 2018.  João decidiu deixar de lado a questão de gênero tão debatida na sociedade e separou suas coleções em masculino e feminino. Ele sentiu tal necessidade devido a uma observação do seu público que sentia falta de uma modelagem mais específica em algumas peças. A parceria com o Thomaz foi um desafio grande, pois os dois possuem uma estética bastante diferente. Pimenta com uma alfaiataria mais incisiva, já Ferraz trabalha com uma linha mais suave em suas produções.

O resultado foi bastante satisfatório aos meus olhos. Foi realmente uma explosão criativa, onde eles trouxeram a alfaiataria + elementos do surf para a cidade. Tudo isso sendo apresentado sem perder a identidade da marca. O streetwear formado pela união desses dois grandes nomes traz peças com modelagem bastante ampla, casacos pesados e cores divididas entre bege, bordô e tons de azul reluzentes. A sobreposição dominou a maioria das peças, acompanhadas de listras laterais, principalmente na calças e blazers. Falando em calça, deve-se frisar que a maioria dos looks da coleção vinha com as barras dobradas e mais curtas.

O s k l e n . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

O desfile da Osklen veio recheado de peças eco-friendly e, dessa vez, chegou para apresentar sua linha de básico sustentáveis. Com Direção do Oscar Metsavaht, a nova coleção foi batizada de ASAP (As Sustainable As Possible). Foram apresentadas peças com base feita de algodão reciclado, borracha reutilizada e malha de fibra de garrafa pet também reciclada. Estampas camufladas e de onça em tons militares servem para reforçar seu ativismo. Cada peça produzida de maneira sustentável pode economizar em até 70% de energia e 38% de água em relação a uma peça de malha tradicional. Isso leva a marca a outro patamar de produção.

Os básicos apresentados, moletons e camisetas, vieram alongados e basicamente nas cores: cinza, bege e preto. Entre outros materiais utilizados estão o voal e o tricô de seda orgânica. Focando na ideia do tema do evento, é praticamente impossível não se apaixonar pelas bermudas de couro pirarucu. É algo extremamente criativo o processo de produção que a Osklen faz ao reaproveitar a pele do animal de água doce para ser utilizada em roupas, sapatos e até bolsas. A Semana de Moda chegou com tudo e esta surpreendendo a todos nós a cada edição. Vamos nos preparar para mais um dia e compartilhar tudo aqui com vocês.

Deixe uma resposta