Dia 1 – SPFW – N45

AGUA DE COCO SPFW N45 l VERAO 2019 l FOTO: RAFAEL CHACON / FOTOSITE

E demos a largada para mais um SPFW 45 – EXPLOSÃO CRIATIVA. Não é nenhuma novidade que esse evento é o queridinho dos fashionistas, blogueiros e que conta com a participação de grandes marcas do cenário da moda. Nessa edição do evento, contamos com uma equipe maior para podermos divulgar cada detalhe dos desfiles que contarão com peças masculinas. 

A Água de Coco iniciou a temporada com um desfile que ficará marcado na história da marca, onde pudemos verificar um aumento na oferta de peças que expande muito mais do que moda praia, ampliando sua diversidade. Anitta abriu o desfile vestida com um look da marca e com uma apresentação um pouco mais reservada do que estamos acostumados a presenciar em seus shows, mostrando que é uma artista eclética e que se adapta ao ambiente. Ela iniciou cantando o clássico, “Isto aqui, o que É” de Ary Barroso e contagiou a todos com sua espontaneidade e profissionalismo. 

Logo ao início do desfile pudemos perceber como a marca se preocupa em cada detalhe, desde o botão da camisa ao sapato. E não é de menos, a marca está passando por uma expansão internacional. Em 2017 abriu lojas nos EUA e em 2018 uma filial em Portugal. Cada detalhe tem que ser minuciosamente posicionado e reavaliado. A nova coleção tem Direção criativa de Liana Thomaz e Styling de Renato Thomaz, onde quiseram transmitir uma imagem do Brasil nos dias atuais, fugindo do clichê e mostrando a força que o brasileiro tem de mudar a realidade do nosso país. 

Entre as peças, detalhe para o verde musgo, que é uma cor forte de transição, uma vez que, a Água de Coco busca ser representada também como uma marca de lifestyle que pode ser utilizada em vários ambientes. Camisas bicolores e calças pantalones fazem alusão ao ar mais sério da cidade, ao mesmo tempo pudemos ver também peças com amarelo mostarda, cor viva que remete ao povo brasileiro: descontraído, otimista e alegre. Me encanta muito os cordões nas jaquetas e bermudas. É interessante ver como se adaptam ao movimento de quem veste, dando um ar despojado e jovial ao look. Ficou fantástico!

O Projeto Ponto Firme chegou as passarelas do SPFW no segundo desfile com uma estética baseada na realidade periférica. Com Direção de Gustavo Silvestre e Styling de Erika Palomino, o projeto visa mudar a realidade de detentos da penitenciária masculina Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos. A principal fonte criativa utilizada é o crochê. As pecas não podem ser comercializadas por enquanto, porém, o intuito é contribuir para uma formação mais humanizada dos envolvidos e projetar em suas produções uma fonte de renda num futuro próximo. É a moda como recomeço para várias famílias em 2018.

Foram exibidas ao todo 45 looks inspirados na realidade dos detentos. Algumas peças foram produzidas com uma modelagem mais larga que lembra muito o estilo hip-hop, tipo de música que eles mesmos costumam escutar. Outras mais justas com linhas e transparências transmitindo a sensação de que estão próximos as celas. Detalhe para as jaquetas com brinquedos de pelúcia que, ao meu ver, representa a saudade de muitos pais que estão loge de seus filhos. Outros modelos vestiam calças e blusas nos mesmos tons dos uniformes vestidos pelos integrates do projeto na penitenciária, sonhando com a tão esperada liberdade.

O primeiro dia foi marcado por muita cor. As marcas se preocupando e querendo mostrar como está a realidade do nosso país e transformando isso em arte, em moda. Fiquem ligados que estaremos cobrindo os próximos dias e vamos compartilhar tudo aqui com vocês. Mais uma vez obrigado a todos que reservam um tempinho para nos acompanhar <3

p.h: @agfotosite

 

Deixe uma resposta